Maquinista Leandro Felix evita grave acidente no Metrô do Recife

Na noite da terça-feira, 20, às 21h, o metroviário-maquinista Leandro Felix evitou um grave acidente no Metrô do Recife, mais especificamente entre os trechos das estações Floriano e Cavaleiro. Leandro Felix é metroviário concursado e maquinista há 18 anos, tendo experiência e compromisso com o sistema, mesmo na atual situação de abandono do Metrô por falta de investimentos.

Ao perceber uma movimentação estranha no local de passagem do trem, ele diminuiu a velocidade do comboio. Mais a frente, percebeu um indivíduo ateando fogo em pneus, madeira, papel, cones de sinalização e outros materiais inflamáveis. Com perícia e profissionalismo, reduziu a velocidade e parou o trem antes do local, chamando o Centro de Controle imediatamente para relatar o ocorrido. Ele retornou o trem para a Estação Floriano e aguardou a atuação da segurança (até essa manobra de reduzir a velocidade, parar um trem e retornar em sentido contrário requer destreza e domínio técnico).

"Os metroviários de Pernambuco parabenizam o maquinista Leandro Felix pela sua atuação. Ele evitou um acidente grave e a interrupção de todo o sistema por tempo indeterminado. A sociedade pernambucana, em especial os usuários do Metrô do Recife, sabem que podem confiar no profissionalismo dos metroviários", disse Luiz Soares, presidente do Sindmetro-PE.

O Sindmetro-PE também lembra que Leandro Felix foi eleito pela categoria como membro para representar os trabalhadores no Conselho de Administração da CBTU (CONAD) e que até o momento não foi dada a averbação da eleição e consequentemente sua posse.

"O Sindimetro-PE reafirma a luta por um Metrô do Recife público, federal, estatal e com tarifa social", ressalta o líder sindical.

« VOLTAR