Parcerias

 


A Faculdade Integrada de Pernambuco tem o objetivo de Formar pessoas empreendedoras que sejam reflexivas, críticas e criativas, comprometidas com a transformação social e com o desenvolvimento regional, inseridas em um contexto global com visão de sustentabilidade. Oferecendo à sociedade serviços relacionados com a geração, transparência e aplicação do conhecimento com excelência em infraestrutura.


O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) congrega entidades da sociedade para enfrentar os problemas da área no país. São mais de 500 filiadas, entre associações, sindicatos, movimentos sociais, organizações não-governamentais e coletivos que se articulam para denunciar e combater a grave concentração econômica na mídia, a ausência de pluralidade política e de diversidade social e cultural nas fontes de informação, os obstáculos à consolidação da comunicação pública e cidadã e as inúmeras violações à liberdade de expressão.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) é uma organização sindical brasileira de massas, em nível máximo, de caráter classista, autônomo e democrático, cujo compromisso é a defesa dos interesses imediatos e históricos da classe trabalhadora.

Baseada em princípios de igualdade e solidariedade, seus objetivos são organizar, representar sindicalmente e dirigir a luta dos trabalhadores e trabalhadoras da cidade e do campo, do setor público e privado, ativos e inativos, por melhores condições de vida e de trabalho e por uma sociedade justa e democrática.

 


O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) nasceu da luta dos dirigentes sindicais brasileiros. Foi fundado em 1955, com o objetivo de desenvolver pesquisas que subsidiassem as demandas dos trabalhadores.

Ao longo dos mais de 60 anos de história, o DIEESE conquistou credibilidade nacional e internacional como instituição que desenvolve pesquisa, assessoria e formação voltadas para as entidades sindicais e os trabalhadores.

 


A Federação Nacional dos Metroferroviários (Fenametro) é o instrumento que unifica as lutas dos metroviários e ferroviários em âmbito nacional. A Federação nasceu para centralizar as reivindicações inicialmente dos metroviários e, ao longo dos anos, após debates e plenárias, aprovou-se a integração dos ferroviários. A Federação está presente em 9 (nove) Estados do Brasil, organizando 8 (oito) sindicatos de metroviários e 1 (um) de ferroviários. Sua diretoria é eleita em Congresso, com a votação dos delegados tirados em cada sindicato filiado, e sua direção é proporcional.